Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Curitiba e Região Metropolitana
Portal do SINPES.
Sejam bem-vindos!
Curitiba, 19 de junho de 2019.
 
SINPES, SINDESC E SIMEPAR Atuam em Conjunto em Busca de Solução para o Impasse Vivido pelo Hospital Evangélico

Na quarta-feira, 03 de maio de 2017, o Secretário Municipal de Saúde, Dr. João Carlos Baracho, recebeu a comissão formada pelos três Sindicatos: SINPES (Prof. Ilda Lopes Witiuk), SIMEPAR (Médicos: Mario Ferrari e José Ferreira Lopes)  e SINDESC (Sra. Isabel Cristina Gonçalves). A comissão formada pelos três sindicatos, que representam os trabalhadores da instituição Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba (SEB) –  mantenedora da Faculdade e Hospital Evangélico -,  tem acompanhado o processo de intervenção judicial, determinado pela justiça do trabalho, vivido pela Sociedade Evangélica.

A SEB acumula uma dívida aproximada de R$ 386 milhões de reais, tendo mantido em atraso os salários dos trabalhadores das diversas áreas. No que se refere aos professores uma engenhosa “separação de caixas” artificialmente concebida pelo Juiz da 9ª Vara do Trabalho de Curitiba vem blindando a faculdade e permitindo o pagamento em dia dos salários. Entretanto a situação equipara-se a uma bomba relógio, na medida em que juridicamente a Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba é a mantenedora do hospital e da faculdade, respondendo igualmente por todas as dívidas das entidades mantidas como se fosse pelo sistema de vasos comunicantes.

A comissão também se reuniu na data de 04/05 (quinta-feira) com a Coordenadora em exercício do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde, Elisabeth Harumi Morita, quando encaminhou documento solicitando audiência com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros.