Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Curitiba e Região Metropolitana
Portal do SINPES.
Sejam bem-vindos!
Curitiba, 16 de junho de 2019.
 
Sinpes não Aceita Crise como Desculpa e Luta por Reajuste Salarial Digno

Ano letivo novo, velhos problemas. Parece que o descompasso entre o aumento das mensalidades escolares e os salários dos professores ainda está longe de terminar. A situação ficou mais preocupante nesses tempos de crise.

O Sinpes (Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Curitiba e da Região Metropolitana) vem lutando incessantemente para equacionar essa questão. E conta com a mobilização da categoria para ser bem-sucedido nesta empreitada.

O reajuste salarial da categoria deveria ter ocorrido em fevereiro de 2016 e o ponto de partida para as negociações é o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulado de 12 meses, entre fevereiro de 2015 e janeiro de 2016, que foi de 11,31%.

As negociações estão incipientes, mas a orientação dada pelo SINEPE aos estabelecimentos de ensino, de “adiantamento” de irrisórios 6%, bem evidencia uma postura patronal insensível e intransigente.

Algumas instituições de ensino, percebendo a insensatez da orientação, divergiram da orientação do sindicato patronal. A Universidade Tuiuti, por exemplo, que não integra o núcleo duro decisório do SINEPE, já adiantou 8% para os professores.

Não é de hoje que esta entidade sindical patronal vem agindo de forma discriminatória e provocadora para com o brio dos professores do Ensino Superior. No ano passado, o SINEPE ofereceu 8% de reajuste para os professores de ensino básico e médio e para todos os auxiliares de administração escolar, a partir de 01 de março de 2015, em negociação realizada com o SINPROPAR e o SAAEPAR. E queria conceder apenas e tão somente 7,5% para os docentes do Ensino Superior. Depois de muito barulho, chegamos a um consenso salomônico de 7,75%, que ficou muito aquém dos reajustes praticados nas mensalidades escolares.

A crise econômica não é argumento para a prática de reajustes salariais pífios, haja vista os valores médios de reajustes dos valores cobrados dos alunos e os sinais ostensivos de riqueza apresentados no seio da categoria patronal.

Imperiosa a mobilização da categoria para persuadir os empregadores a concordarem com um reajuste condigno, dando um basta às migalhas anualmente oferecidas.

O Sinpes convoca todos os professores do Ensino Superior de Curitiba e Região Metropolitana para participarem da próxima assembleia da categoria, no dia 09 de abril de 2016, às 11 horas, no Hotel Roochelle – Rua Tibagi, 307, Centro, em que será votada a pauta de reivindicações para a celebração de convenção coletiva do período 2015/2016, inclusive com discussão de reajuste salarial retroativo ao mês de fevereiro de 2016.

CHEGOU A HORA DE CONQUISTARMOS NA LUTA O RESPEITO E MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO E DE REMUNERAÇÃO!