Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Curitiba e Região Metropolitana
Portal do SINPES.
Sejam bem-vindos!
Curitiba, 28 de outubro de 2020.
 
Sinpes e representantes da Universidade Positivo se reuniram no MPT

Na tarde desta quinta-feira (23), Sinpes e representantes da Universidade Positivo participaram de uma audiência no Ministério Público do Trabalho para discutir as centenas de demissões promovidas no mês de julho de 2020.

No encontro, por meio de seus representantes, a Cruzeiro do Sul Educacional não reconheceu que tenha realizado o que se pode definir tecnicamente como despedida coletiva, mas admitiu que houve muitas demissões, endossando o discurso de seu patriarca Hermes Ferreira Figueiredo, que em carta endereçada a todos os professores, já havia reconhecido um grande número de demissões.

Embora os representantes da Cruzeiro do Sul ressalvem nada deverem mesmo que caracterizada a despedida coletiva, em face do que estabelece a contrarreforma trabalhista e façam questão de afirmar que  é impossível a reintegração de parte dos demitidos, admitem a possibilidade de negociarem uma indenização compensatória para minimizar os efeitos da ruptura contratual em plena pandemia.

O Sinpes realizará uma Assembleia Virtual com professores e professoras da Positivo (tanto com os que foram demitidos quanto com os que ainda trabalham na UP) na quarta-feira (29/07) para preparar uma pauta de reivindicações que abranja não só uma indenização compensatória condigna,  mas também condições mínimas de trabalho para os que continuam prestando serviços.

Entre outras questões que deverão ser discutidas pela categoria certamente estará o restabelecimento do pagamento do adicional noturno e das atividades de pesquisa e de extensão, a necessidade de informação sobre o número de demitidos e o número de professores integrantes do corpo docente, bem como o estabelecimento de critérios para futuras demissões.

As partes deverão negociar diretamente durante o mês de agosto. Ficou agendada para o dia 01/09/2020 reunião com o MPT ´para fechamento ou não de acordo entre as partes.

É importante que alunos e professores não arrefeçam na mobilização e na denúncia das irregularidades verificadas, efetiva responsável pelo diálogo instaurado a duras penas entre as partes. O comparecimento maciço à assembleia de todos os interessados e das lideranças estudantis credenciadas previamente é essencial para o sucesso dessas tratativas. O horário e os meios de acesso à Assembleia virtual serão divulgados pelo Sinpes no início da próxima semana.