Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Curitiba e Região Metropolitana
Portal do SINPES.
Sejam bem-vindos!
Curitiba, 29 de outubro de 2020.
 
Sinpes cobra FAE por sucessivas demissões de professores

O Sinpes recebeu denúncia de que a FAE Curitiba teria demitido mais de 60 professores nesse ano de 2019, dentre os cerca de 260 que se encontravam na ativa no início do ano.

Seguindo uma lógica perversa, a exemplo de outras instituições de ensino superior que tem sido denunciadas pelo Sinpes pelas constantes demissões e pela retirada de direito de seus professores, a FAE parece ter deixado em segundo plano o despojamento da filosofia de São Francisco de Assis.

Em se confirmando o índice de 23,07% de demissões sem negociação prévia com a entidade sindical, a situação é alarmante e geradora de grande instabilidade emocional e profissional para os que ainda não foram descartados.

Os professores também reclamam de sistemáticas reduções de carga horária, diminuição do pagamento por atividades complementares sem a redução correspondente do trabalho, eliminação de participação discente no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e mudança na sistemática das orientações de monografias, antes feitas de forma particularizada e individual e agora realizadas coletivamente no atacado.

Tudo em detrimento da excelência de ensino que ao que parece agora se restringe exclusivamente ao material publicitário produzido, que continua impecável.

O Sinpes está diligenciando no sentido de confirmar a denúncia. Se confirmada, a exemplo de conduta adotada em outras instituições de ensino superior, buscará a reversão das demissões mediante mediação do Ministério Público do Trabalho.

Em resposta às indagações do Sinpes, a FAE respondeu por meio de sua assessoria:

A FAE Centro Universitário comunica que as informações apontadas não procedem, haja vista que esta Instituição observa integralmente as disposições legais que regulamentam a oferta no Ensino Superior, especialmente no que diz respeito às Diretrizes Nacionais das áreas de atuação.

Por fim, considerando ser referência no setor educacional, reitera o compromisso com a formação de qualidade e o respeito à comunidade acadêmica.