Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Curitiba e Região Metropolitana
Portal do SINPES.
Sejam bem-vindos!
Curitiba, 07 de abril de 2020.
 
Questionado pelo Sinpes, Reitor do Uninter garante que não há professores gravando aulas em estúdios

O Sinpes recebeu, no início desta semana, denúncia de um docente do Uninter que relatava preocupação com os professores que trabalham, neste momento de quarentena, na modalidade EAD. Segundo o denunciante, os professores que fazem aulas ao vivo continuariam ministrando em estúdio, tendo contato com inúmeras pessoas. Embora não haja aglomeração, destaca a denúncia, o estúdio é um ambiente confinado. Além disso, a manutenção do estúdio aberto contraria o decreto estadual 4317, que destaca que apenas atividades essenciais devem continuar em funcionamento. Estariam ocorrendo atividades de estúdio no campus 13 de Maio e no Estúdio das Araucárias em que professores sem registros nas suas CTPS estariam sendo obrigados a trabalhar.

O Sinpes entrou em contato com o Uninter e, por meio de entrevista telefônica, o reitor da instituição, Bem Hur Gaio, ressaltou que nenhum professor do Uninter hoje precisa ir aos estúdios para gravar ou transmitir aulas. Segundo Gaio, desde o dia 16 de março todos os docentes da instituição trabalham em regime home office, ou seja, lecionam por meio de teletrabalho. O reitor enfatizou também que o número de profissionais que trabalham nos estúdios foi consideravelmente reduzido, ficando apenas aqueles que são indispensáveis para a produção e transmissão do conteúdo online.

O Sinpes ressalta que, nestes tempos nos quais o isolamento social se faz extremamente necessário para evitar a disseminação do contágio pelo Covid-19, a realização das atividades educacionais de forma remota, utilizando ambiente virtual, deve respeitar todos os direitos dos empregados.