Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Curitiba e Região Metropolitana
Portal do SINPES.
Sejam bem-vindos!
Curitiba, 19 de janeiro de 2019.
 
Negociações Coletivas Finalmente Caminham para um Desfecho

A drástica redução da receita do Sinpes decorrente da má interpretação da nova legislação atinente à contribuição sindical impediu que se desencadeasse a campanha de mobilização que chegava habitualmente às ruas nessa época do ano, voltada para a mobilização dos professores contra as habitualmente indecorosas propostas patronais.

Sem dinheiro para movimentar caminhões de som, convocar a categoria pela imprensa escrita e falada e panfletar junto às principais instituições de ensino, a resistência contra as tentativas patronais de mutilar conquistas históricas dos professores tais como a irredutibilidade da carga horária (mediante a instituição de uma excrescência denominada de “rescisão parcial”) e os quinquênios resumiu-se na intransigência da diretoria do Sinpes nas rodadas de negociação realizadas.

Descartada a opção adotada por diversas entidades sindicais de permutar fontes de custeio “toleradas” pelos patrões por direitos coletivos incorporados desde há muito no patrimônio jurídico dos trabalhadores, as tratativas pareciam caminhar para um impasse. Nos últimos dias afortunadamente desobstruíram-se os canais de negociação.

Os empregadores concordam com a renovação integral das cláusulas sociais, com a manutenção de conquistas históricas da categoria tais como quinquênios e irredutibilidade da carga horária e com a definição de de regras mais claras sobre a aplicação do ensino modular e sobre as cotas legais para deficientes e aprendizes, ainda em fase de redação. Em contrapartida concordamos com reajuste salarial que se limite a repor a inflação oficial acumulada dos 12 meses compreendidos entre fevereiro de 2017 e janeiro de 2018, sem qualquer ganho real. Não se trata de uma maravilha mas de convenção coletiva compatível com o momento de transição e incerteza em que vivemos.

Assim que as tratativas estejam concluídas os professores serão convocados para a assembleia geral que aprovará ou rejeitará o texto negociado com o Sinepe por publicação de edital no Jornal Tribunal do Paraná (por imperativo estatutário), no sítio oficial e no facebook do Sinpes. Permaneçam atentos!